Jovens do Querô exibem curta-metragem ANA na CMOC Internacional Brasil

by Instituto Querô

  • Postado em 29/05/2018

Exibição ANA - CMOC (4)

O curta-metragem ANA não seria possível se não fosse pela ajuda dos parceiros que fazem os projetos do Instituto Querô acontecer. Uma dessas parcerias é da empresa de mineração de Cubatão há mais de 6 anos, a CMOC Internacional Brasil, onde os jovens estiveram no dia 24 de maio para exibir aos empregados da operação de Cubatão, o filme produzido.

Cerca de 40 pessoas estiveram presentes para assistir ao curta que debate o racismo infantil, produzido pelos jovens das Oficinas Querô 2017. Além da coordenadora institucional do Instituto Querô, Tammy Weiss, as jovens Vitória Felipe (diretora do filme) e Raphaela Gomes (produtora de arte, figurino e maquiagem) também estiveram na ocasião, e ao final do filme, puderam contar tudo o que viveram durante a produção do curta, o processo de construção do roteiro, como o filme e o curso das Oficinas Querô transformou suas vidas e abrir debate sobre a diversidade racial.

Para a jovem Raphaela Gomes, a exibição do ANA é uma oportunidade de levar a mensagem das minorias.

“Exibir o Ana é sempre uma sensação de gratidão e felicidade, por saber que outras pessoas estão vendo e recebendo a mensagem, vinda da minoria. É o que falta para sermos ouvidos. A CMOC abriu as portas pra essa história acontecer, o que pra gente é imensamente enriquecedor. O debate após a exibição foi lindo, com pessoas que nos acolheram e ouviram. Obrigada à CMOC por tudo!”.

Para a jovem diretora do filme, Vitória Felipe, a exibição foi uma experiência diferente, por poder levar o seu trabalho no cinema para ser discutido com pessoas de outras áreas profissionais.

“A exibição na CMOC é um misto de frio na barriga com gratidão. Lembro deles acompanharem a gente durante todo o processo e nos visitarem no set de filmagem, e essa proximidade só nos fortalece, por sabermos que estamos sendo ouvidas, que estamos mobilizando muita gente com o ANA e, o mais importante, possibilitando levar a mensagem de tantas meninas pretas que passam pela mesma história que contamos no curta. Foi interessante ver pessoas que trabalham com coisas bem diferentes do cinema se interessando pelo processo de criação do curta e se emocionando com o debate sobre racismo. Muito obrigada pela fala, CMOC”.

 Obrigado pelo espaço e por dar voz aos nossxs meninxs cineastas, CMOC! <3


Produtora Querô Filmes

O Instituto

O Instituto Querô é uma OSCIP, que apoiada pelo UNICEF utiliza o audiovisual como ferramenta para estimular talentos, e ampliar horizontes profissionais para jovens em situação de risco social.

Em nossas oficinas promovemos a inclusão cultural, com aulas de cidadania, humanismo e desenvolvemos o empreendedorismo, resultando em jovens mais conscientes e participativos.