Jovens das Oficinas Querô iniciam gravações de novos documentários a partir desta semana (24 a 31/07)

by Instituto Querô

  • Postado em 23/07/2018

Gravações Doc (4) 24-Jul

Ovnis em Peruíbe, relação entre pai e filha e transexualidade são temas escolhidos deste ano, produzidos por jovens de 14 a 18 anos de baixa renda da região

Depois de cerca de quatro meses passando por aulas de imersão documental e capacitação audiovisual, os 45 jovens das Oficinas Querô 2018 se preparam para filmar os três documentários do ano. Os temas escolhidos são: Ovnis em Peruíbe, relação entre pais e filhas e uma ação social sobre Transexualidade. As gravações acontecem dias 24, 26, 27 e 31/07.

Com patrocínio do Banco Votorantim, Brasil Terminal Portuário, thyssenkrupp e CMOC Internacional Brasil, essas são as primeiras produções dos jovens da turma deste ano. Os roteiros foram escritos e escolhidos pelos próprios jovens, de 14 a 18 anos de baixa renda da região, durante aulas preparatórias para a produção documental, ao lado de profissionais do cinema nacional.

O documentário “Cidade dos Ovnis”, com direção do jovem Guilherme Alves, irá relatar o aparecimento de Ovnis em Peruíbe. “Iremos retratar os fenômenos que acontecem nos céus da cidade de Peruíbe, contando com depoimentos de pessoas que viram ovnis e acreditam que estes seres extraterrestres procuram por algo que só existe nesta cidade. Queremos mostrar um pouco de todo esse mistério”, conta o jovem diretor.

O documentário “Tempo de Pai” tem direção das jovens Joice Rodrigues e Diany de Jesus, e irá abordar a relação entre Pai e Filha. “Vamos contar sobre a relação do Edmundo e da Beatriz, que após a morte da figura materna da família a relação entre os dois se reinventou. A história deles tem uma ligação forte com a gastronomia e abriram uma empresa de bolo de pote, pois cursar gastronomia é o sonho da filha. O Edmundo também tem uma filosofia que diz que ele só é pai até a filha arrumar alguém e seguir sua vida. Por isso o nome “Tempo de Pai”, revelam as diretoras.

O documentário “Sou Antes de Saber”, com direção dos jovens Arthur Micheloto e Ycaro Samaniego, irá abordar a Transexualidade por meio de depoimento de uma personagem da região que passa por esta realidade. “O filme vai contar a história da Pietra, uma transexual que se distingue das demais por sua aceitação forte e precoce”, comentam os diretores.

Com mais estes três curtas-metragens, o Instituto Querô soma 111 obras audiovisuais produzidas, em 12 anos de história. Até aqui, foram 55 prêmios conquistados em festivais, por mais de 400 jovens capacitados nas Oficinas Querô.

Inauguração Cinescola Querô (39) - Fotos AlexiaOficinas Querô – Projeto social do Instituto Querô, é formado por jovens de 14 a 18 anos de baixa renda da Baixada Santista. No primeiro ano de curso, 40 jovens têm o primeiro contato com o cinema, passando por atividades de formação em produção audiovisual e formação cidadã, transformando suas realidades por meio do cinema. Além de cinema, os jovens passam por atividades de empreendedorismo e cidadania, dando voz à juventude para que produzam suas próprias histórias e transformem a realidade social em que estão inseridos.

 

DIAS DAS FILMAGENS:
Documentário Tempo de Pai: filmagens dia 24/07
Documentário Cidade dos Ovnis: filmagens dias 26 e 27/07
Documentário Sou Antes de Ser: filmagens dia 31/07
Horário: das 08h às 18h


Produtora Querô Filmes

O Instituto

O Instituto Querô é uma ONG, que apoiada pela UNICEF utiliza o audiovisual como ferramenta para estimular talentos, e ampliar horizontes profissionais para jovens em situação de risco social.

Em nossas oficinas promovemos a inclusão cultural, com aulas de cidadania, humanismo e desenvolvemos o empreendedorismo, resultando em jovens mais conscientes e participativos.